Cadeiras: “Máquinas de Sentar”

Todos usamos cadeiras. É um dos objetos mais projetados e desenvolvidos pelos designers e arquitetos na história. Ela deve unir forma e função.

Os egípcios inventaram a cadeira colocando um encosto aos assentos. Depois disso as cadeiras evoluíram junto com as pessoas trazendo cada vez mais conforto, tecnologia, materiais, formas. Porém existem cadeiras que marcaram a história do design, são antigas no entanto parecem mais atuais que qualquer outra. São cadeiras com design atemporal.

A Cadeira Barcelona foi projetada por Mies Van Der Rohe e Lily Reich em 1929. O projeto original era para receber a realeza espanhola no Salão de Exposições Internacional de Barcelona. Essa cadeira se tornou um ícone do design moderno, presente em casas e escritórios pelo mundo todo. Provavelmente você já sentou em alguma sala de espera com uma cadeira dessas e nem imaginava que era de 1929.

Outro exemplo é a Cadeira Panton que foi desenhada por Verner Panton em 1965. Ela tem forma de S e foi a primeira cadeira de plástico moldado em uma só peça no mundo. Hoje ela é fabricada em diversas cores e tamanhos, ganhou o mundo e também é ícone do design de móveis.

Cadeiras são tão importantes e como usá-las na nossa casa? Como usá-las na sala de jantar? Com algumas dicas simples qualquer um consegue criar sua própria combinação de cadeiras e mesas:

1 – Mesmo modelo de cadeiras porém cores diferentes;

2 – Mesma cor ou material nas cadeiras com modelos diferentes;

3 – Tudo diferente, modelo, cor e material. Neste caso o importante é que as cores combinem e não pesem no ambiente. Por exemplo: Ambiente com tons neutros as cadeiras podem ter tons vibrantes e vice versa.

 

Por Lilian Hennemann

Design de Interiores na Empresa MRA Arquitetura

www.marciorosaarquitetura.com.br

mra@mra.arq.br



Os comentários estão desativados.